GLP – BOLETIM INFORMATIVO 27/2022 – SINDIGÁS – 2ª rodada das negociações coletivas

REVENDAS DE GLP (SIRTGÁS, SINDERGAS, SINDICOV)- Boletim Informativo 26/2022
15 de setembro de 2022

✊🏽 Leia nosso Boletim Informativo

Aos trabalhadores e trabalhadoras das Cias Distribuidoras e Engarrafadoras de GLP


Boletim Informativo – B.I. 27/2022 – 16 de setembro de 2.022

Comunicamos aos nossos representados que hoje, 16/09, foi realizada a 2ª rodada de negociações coletivas com o SINDIGÁS (sindicato patronal), na cidade do Rio de Janeiro, para renovação de nossa Convenção Coletiva de Trabalho, período 01.09.2022 a 31.08.2023.

A FTMR – Federações de Trabalhadores de Minérios e Rodoviários – composta pela FETRAMICO, FETTROMINAS, FETROPAR e FITTRRJ e seus sindicatos filiados foram coordenados na negociação coletiva pelo Presidente Leonardo Luiz de Freitas. O Sindigás insiste nos itens da pauta patronal, que altera a forma de reajuste de salários dos ocupantes dos cargos de gestão (Supervisores, Coordenadores e Gerentes) que passa a ser por negociação direta e  fica de fora da Convenção Coletiva e a eliminação da assistência médica para os trabalhadores que vierem a se aposentar, resumindo: retirada de direitos. A contraproposta patronal é de repasse do INPC de 8,83% (acumulado no período de 01/09/2021 a 31/08/2022) para reajuste dos salários, cesta básica e vale refeição, e a PLR de 180 ( 150% + 30% seis meses após).

As Federações presentes debateram o momento atual das empresas do setor: aumento da margem de resultado em quase 50%, investimentos elevados no setor em aquisição de empresas e parcerias para as operações, lucratividade recorde, não justificando a proposta tímida apresentada pelas empresas. A redução da inflação atual também não justifica a negativa em dar ganho real aos trabalhadores da categoria. É de conhecimento geral o alto valor dos itens da cesta básica do brasileiro, sendo justo o reajuste acima do oferecido baseado somente na inflação. Outro ponto defendido com empenho por parte das Federações é a exclusão da cláusula que permite a compensação de horas extras, devendo as mesmas ser quitadas e não compensadas em nenhuma hipótese, item rejeitado pelo Sindigás. A FTMR portanto rejeitou a pauta patronal e manteve a mesma proposta de acordo da 1ª rodada (ver quadro abaixo).

Diante da falta de acordo entre as partes, ficou marcada a 3ª rodada para o dia 05/10.

Segue quadro comparativo entre a proposta de acordo das Federações e contraproposta Patronal:

O engajamento e participação dos trabalhadores e trabalhadoras da categoria são fundamentais para que nossa união demonstre a nossa força. E assim pedimos aos trabalhadores que mantenham-se mobilizados e atentos. As Federações estão resistindo a fim de obter um acordo que reflita os interesses e as necessidades da categoria. Atualizações serão disponibilizadas através de nosso site e mídias sociais (Facebook, Instagram e Twitter) e pelo  whatsapp (31) 98865-0613, telefone e diretores nas bases. Acessem www.sitramicomg.org.br/#blog.